Publicidade

Estado de Minas

Jornalista é assassinado no México


postado em 15/05/2018 15:00

O jornalista Juan Carlos Huerta, do estado mexicano de Tabasco (sudeste), foi morto a tiros nesta terça-feira quando saía de casa na cidade de Villahermosa, informou o governo do estado.

"É um novo crime que lamento muito (...) Juan Carlos era um grande comunicador (...) Um amigo pode se dizer", declarou Arturo Núñez, governador de Tabasco.

Em declarações à imprensa, Núñez indicou que a polícia busca um veículo de onde teria partido os tiros que atingiram o jornalista.

"Não foi um roubo, parece que eles vieram executá-lo", acrescentou.

O assassinato de Huerta ocorre no primeiro aniversário do assassinato de Javier Valdez, um jornalista especializado em narcotráfico e internacionalmente reconhecido. Ele foi morto a tiros em plena luz do dia em Culiacan, no estado de Sinaloa.

O México é considerado um dos países mais perigosos para a prática do jornalismo, com mais de 100 comunicadores mortos desde 2000.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade