Publicidade

Estado de Minas

UE sanciona cinco altos funcionários da Crimeia


postado em 14/05/2018 22:48

A União Europeia sancionou nesta segunda-feira cinco altos responsáveis da Crimeia por seu papel na organização das eleições presidenciais russas na península ucraniana, anexada por Moscou em 2014.

As cinco pessoas, todas membros da Comissão Eleitoral da Crimeia ou da Comissão Eleitoral de Sebastopol, não poderão residir na UE e terão seus ativos congelados.

Os responsáveis foram sancionados "por seu envolvimento na organização das eleições presidenciais russas de 18 de março na península da Crimeia e em Sebastopol, ilegalmente anexados, apoiando e colocando em prática políticas que desestabilizam a integridade territorial, a soberania e a independência da Ucrânia", detalhou em comunicado o Conselho Europeu.

As sanções fazem parte de uma série de medidas punitivas aprovadas pela União Europeia contra a Rússia por seu suposto apoio aos separatistas pró-russos no conflito que eclodiu na Ucrânia na primavera de 2014.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade