Publicidade

Estado de Minas

Grupos sírios pedem à Rússia um 'cessar-fogo' durante Copa do Mundo


postado em 14/05/2018 09:30

Grupos da sociedade civil síria pediram à Rússia, que sedia a Copa do Mundo de futebol no próximo mês, que assegure um cessar-fogo nacional durante o mês da competição.

Uma aliança de organizações sob o nome "Existimos!" lançou uma campanha pedindo aos principais intermediários do conflito na Síria que aproveitem o campeonato mundial de futebol para impulsionar a paz.

"Enquanto a atenção mundial está voltada para o futebol na Rússia, a guerra na Síria continua destruindo vidas e causando muito sofrimento para homens, mulheres e crianças", disse Basam Al-Ahmad, que lidera o movimento Sírios pela Verdade e a Justiça, que integra a aliança.

"Para a Rússia, a Copa do Mundo é 'um torneio de sonhos', mas na Síria não há razão para sonhar", disse Maria Al Abdeh, diretora executiva de Mulheres Agora para o Desenvolvimento.

"Para centenas de milhares de civis inocentes, a Copa do Mundo passará despercebida enquanto a luta continua e as bombas continuam a cair", acrescentou.

A campanha foi lançada através de um vídeo que destaca o sofrimento dos sírios desde a Copa do Mundo anterior em 2014.

Organizações de caridade sírias e grupos de direitos humanos pediram aos líderes ocidentais que ameacem um boicote à Copa do Mundo.

No entanto, as potências ocidentais não estavam muito dispostas a arriscar sua presença na Copa do Mundo para pressionar Moscou, que se tornou um agente-chave no conflito sírio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade