Publicidade

Estado de Minas

Argélia acusa Marrocos de 'irresponsável' em declarações sobre Saara Ocidental


postado em 13/05/2018 17:24

A Argélia denunciou neste domingo o que chamou de "palavras irresponsáveis" do governo do Marrocos, que acusa o Irã de ajudar militarmente o movimento separatista do Saara Ocidental.

No último 1º de maio, o governo marroquino rompeu relações diplomáticas com o Irã, quem acusa de entregar, através do aliado Hezbollah libanês, armas à Frente Polisário, grupo que reivindica a independência do Saara Ocidental e tem o apoio de Argel.

"Em vez de mostrar as provas que afirma ter, o ministro marroquino decidiu seguir o caminho da mistificação e da fábula", diz em comunicado Abdelaziz Benali, porta-voz da chancelaria argelina, referindo-se ao chanceler marroquino, Nassr Burita, que acusou em entrevista a Argélia de ter encoberto supostas reuniões em Argel entre a Frente Polisário e o Hezbollah.

"A Argélia quer expressar sua firme condenação e total rechaço a estas palavras irresponsáveis", acrescentou o porta-voz.

A Frente Polisário, apoiada pela Argélia, exige a independência do Saara Ocidental, cuja soberania é reivindicada pelo Marrocos, que ocupa a maior parte daquele território desde 1975.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade