Publicidade

Estado de Minas

Ataques na Indonésia foram cometidos por seis membros da mesma família


postado em 13/05/2018 09:24

Uma família de seis pessoas, incluindo duas meninas pequenas, foi responsável pelos atentados suicidas cometidos neste domingo (13) contra igrejas na Indonésia e que deixaram pelo menos 11 mortos - anunciou a Polícia.

Os ataques foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

De acordo com o chefe da Polícia Nacional, Tito Karnavian, a família - mãe, pai, dois filhos de 16 e 18 anos e duas garotas de 9 e 12 - estava ligada ao movimento Yamaah Ansharut Daulah, um grupo pró-EI.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade