Publicidade

Estado de Minas

EUA criticam Irã por 'ações imprudentes' em Israel e Arábia Saudita


postado em 11/05/2018 18:54

A Casa Branca criticou nesta sexta-feira (11) o Irã por sua influência "desestabilizadora" no Oriente Médio e condenou as "ações imprudentes contra Israel e Arábia Saudita nesta semana.

"Os Guardiães da Revolução Islâmica do Irã (IRGC) usam seus recursos para exportar a influência desestabilizadora (de Teerã) pelo Oriente Médio, enquanto a população iraniana sofre com uma economia vacilante", indicou a porta-voz da Casa Branca em comunicado.

Esta semana, a força de elite iraniana disparou "mísseis contra cidadãos israelenses, e agentes do Irã no Iêmen lançaram um míssil balístico na direção de Riad", acrescentou.

Segundo a Casa Branca, "essas ações são mais uma prova de que as ações imprudentes do regime iraniano representam uma grave ameaça para a paz e a segurança da região".

"É tempo de que as nações responsáveis pressionem o Irã para mudar este comportamento perigoso", acrescentou.

Nas últimas semanas, os rebeldes huthis do Iêmen intensificaram o lançamento de mísseis balísticos contra a Arábia Saudita, que os enfrenta em seu próprio país. Dois ataques apontaram na quarta-feira para Riad, um foi "interceptado" e o outro caiu em uma zona desértica ao sul da cidade.

De acordo com Israel, a força Al-Qods, unidade de elite dos IRGC, lançou pouco depois das 21h00 GMT (18h00 de Brasília) de quarta-feira cerca de 20 foguetes Fajr e Grad contra posições israelenses na parte ocupada de Golã.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade