Publicidade

Estado de Minas

Petróleo cai em mercado inquieto por Venezuela e Oriente Médio


postado em 11/05/2018 17:42

O petróleo teve leve queda nesta sexta-feira (11), ao fim de uma semana marcada pelo aumento dos riscos geopolíticos no Oriente Médio e na Venezuela.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para julho perdeu 35 centavos e fechou a 77,12 dólares.

Em Nova York, o barril de "light sweet crude" (WTI) nos contratos para junho recuou 66 centavos, a 70,70 dólares.

As quedas não atrapalharam o lucro sólido acumulado ao longo da semana: o Brent subiu 3% e o WTI 1,4%. Na quinta-feira, eles chegaram a seus melhores valores desde 2014.

"Os investidores realizaram parte dos lucros com a aproximação do fim de semana, mas continuam inquietos pelos problemas do Oriente Médio e a eminencia das eleições na Venezuela", disse Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

O novo aumento dos poços ativos nos Estados Unidos reportado nesta sexta-feira antecipa que a produção americana se manterá nos níveis atuais, mas "não bastarão para compensar as eventuais perdas que geraria qualquer degradação da situação no Oriente Médio ou na Venezuela", acrescentou.

Analistas do Bank of America Merrill Lynch não descartam que o barril de petróleo chegue a 100 dólares em 2019 "ou talvez antes".

"A geopolítica pesa na oferta, e a produção americana não pode crescer mais a partir de certo ponto", comentaram.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade