Publicidade

Estado de Minas

Manteremos pressão sobre Coreia do Norte, mas desejamos acordo, dizem EUA


postado em 11/05/2018 16:54

São Paulo, 11 - A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, reafirmou nesta sexta-feira a decisão do governo dos Estados Unidos de manter a pressão sobre a Coreia do Norte, embora tenha ressaltado o interesse do presidente Donald Trump em chegar a um acordo pelo fim das armas nucleares do país. O governo americano não quis se comprometer com um eventual sucesso da reunião entre Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, marcada para 12 de junho em Cingapura. "Vamos ver o que acontece", disse apenas Sanders.

A porta-voz também foi questionada pelo fato de que o advogado do presidente Michael Cohen recebeu dinheiro de algumas empresas, interessadas em influenciar decisões ou em obter informações sobre o governo Trump. A AT&T, por exemplo, pagou US$ 600 mil a Cohen por aconselhamento político e consultoria. Segundo Sanders, o episódio prova que o presidente não será influenciado por interesses externos e nem foi no passado. Já a AT&T afirmou mais cedo que a contratação do advogado no caso havia sido "um grande erro".

(Equipe AE)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade