Publicidade

Estado de Minas

Embraer mantém prazos de entrega do KC-390, apesar de incidente


postado em 10/05/2018 17:00

A fabricante aeronáutica brasileira Embraer garantiu, nesta quinta-feira (10), que o incidente com um protótipo do KC-390 não atrasará a entrega do avião de transporte militar, o maior já construído no Brasil, prevista para o último trimestre de 2018.

Neste sábado, um protótipo desta aeronave saiu da pista durante testes em Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, sem deixar vítimas, mas provocando "danos extensos nos três trens de pouso da aeronave além de avarias à parte estrutural da fuselagem", admitiu a Embraer em nota.

A terceira maior construtora mundial de aviões anunciou a abertura de uma investigação para revelar as causas do incidente.

"Análises iniciais apontam que a aeronave e todos os sistemas comportaram-se normalmente conforme as características de projeto", destaca a empresa.

A Embraer também disse estudar "a possibilidade de transferir alguns testes para o protótipo 002 e também para as primeiras aeronaves de série que já se encontram em estágio avançado de montagem".

Mas a empresa não alterou suas previsões para obter as certificações necessárias e para as entregas iniciais.

Encomendado em 2009 pela Força Aérea Brasileira (FAB), o KC-290 deve medir 35,2 metros e ter capacidade de transporte que pode alcançar 23 toneladas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade