Publicidade

Estado de Minas

Macron deve defender reforma trabalhista e ataque à Síria em pronunciamento


postado em 15/04/2018 15:36

Paris, 15 - O presidente da França, Emmanuel Macron, irá discutir os ataques aéreos na Síria e defender sua agenda de reformas econômicas, que provocou amplas greves de trabalhadores no país, em um pronunciamento previsto para a noite deste domingo, quase um ano após assumir o cargo.

No pronunciamento, é previsto que Macron explique a decisão de participar da operação junto com os Estados Unidos e o Reino Unido, no maior teste da política externa francesa sob seu comando. Já no campo doméstico, é provável que Macron destaque o ambiente econômico melhorado da França, apesar das críticas em torno das mudanças na legislação trabalhista.

Aposentados, trabalhadores de hospitais, estudantes e outros grupos tomaram as ruas para protestar contra as reformas planejadas pelo governo de Macron. Trabalhadores de trens também iniciaram greves devido à reforma trabalhista, interrompendo o trânsito em todo o país nos últimos dias. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade