Publicidade

Estado de Minas

EUA sinalizam compromisso sobre automóveis e dão passo em direção ao Nafta


postado em 13/04/2018 11:06

Washington, 13 - O governo dos Estados Unidos está sinalizando um acordo em relação às regras da indústria automotiva em meio às negociações sobre a reformulação do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês), o que aumenta as chances de que EUA, México e Canadá cheguem a um consenso.

Representantes do Canadá e do México reclamaram recentemente que o governo de Donald Trump elevou a pressão por uma resolução das negociações sobre o Nafta, mas sem mostrar flexibilidade nas propostas americanas que pretendem proteger os empregos no país e a balança comercial.

No entanto, nesta semana, os países avançaram com uma proposta complexa de resolver dissonâncias sobre regras automotivas, segundo congressistas e representantes da indústria.

"Para que Canadá, México e EUA estão realmente tentando encontrar um ponto comum", disse o deputado republicano Kevin Brady, presidente do comitê que supervisiona o comércio e que acompanha de perto as negociações.

Mesmo que os três países permaneçam divididos sobre uma série de questões do Nafta, o impasse dos automóveis tem dominado as conversas, pois carros e peças automotivas são o centro do acordo.

A mais nova proposta reduziria a proporção de carros e outros componentes que os EUA exigem que sejam produzidos na América do Norte. O México e o Canadá vinham reclamando que a proposta original.

"Acho que está indo na direção certa", disse Ann Wilson, vice-presidente sênior da Associação dos Fabricantes de Motores e Equipamentos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade