Publicidade

Estado de Minas

Kim Jong Un admite pela primeira vez 'diálogo' com EUA


postado em 10/04/2018 01:12

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, admitiu publicamente, pela primeira vez, o "diálogo" com os Estados Unidos, informou nesta terça-feira a agência oficial de notícias KCNA.

Em reunião com funcionários do partido na segunda-feira, Kim apresentou um relatório "sobre o desenvolvimento dos últimos acontecimentos na península da Coreia" incluindo a cúpula com a Coreia do Sul prevista para este mês, revelou a agência de notícias norte-coreana.

Kim "realizou uma análise profunda e uma avaliação do desenvolvimento das relações entre o Norte e o Sul atualmente, e das perspectivas de um diálogo entre a RPDC e os Estados Unidos", informou a agência, utilizando o acrônimo oficial para designar a Coreia do Norte.

Como parte do inédito processo de diálogo entre Norte e Sul, Kim prevê se reunir com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, no dia 27 de abril.

Nesta segunda-feira, o presidente americano, Donald Trump, afirmou que vai se encontrar com Kim Jong Un em maio ou no início de junho, após a informação de que Pyongyang está pronta para discutir a 'desnuclearização' durante o encontro.

Trump declarou "ter a esperança de que será uma relação muito diferente da que ocorreu durante muitos, muitos anos".

As declarações de Kim não fazem referência expressa ao encontro com Trump.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade