Publicidade

Estado de Minas

Estados dos EUA prometem enviar 1.600 membros da Guarda Nacional para fronteira


postado em 09/04/2018 23:06

Houston, 09 - Arizona, Novo México e Texas prometeram enviar cerca de 1,6 mil membros da Guarda Nacional dos Estados Unidos para a fronteira do país com o México, respondendo ao plano do presidente americano, Donald Trump, de usar os militares para ajudar na luta contra a imigração ilegal e o tráfico de drogas.

O governador do Texas, Greg Abbott, disse que acrescentaria cerca de 300 soldados por semana aos 250 membros da Guarda Nacional para a fronteira, até que o número total alcance pelo menos mil soldados. Já oficiais do Arizona anunciaram o envio de 225 membros da Guarda Nacional para a fronteira nesta segunda-feira, com outros 113 que já estão presentes no local. O Novo México, por sua vez,informou que mais de 80 soldados serão enviados no fim da semana. Eles serão os primeiros de 250 membros esperados da Guarda do Novo México a servir na fronteira.

Arizona, Texas e Novo México são Estados liderados por governadores republicanos. O outro estado fronteiriço, a Califórnia, é liderada pelo democrata Jerry Brown, e não se comprometeu publicamente a enviar tropas da Guarda Nacional para o local. Sob a lei federal que Trump evocou em memorando, os governadores mantêm o comando e o controle sobre os membros da Guarda de cada Estado. Na semana passada, o presidente americano disse que desejava enviar de 2 mil a 4 mil membros para a fronteira sudoeste.

O governo da Carolina do Sul, Henry McMaster, se ofereceu para enviar algumas das tropas da Guarda Nacional de seu Estado ao Texas para ajudar a combater a imigração ilegal e o tráfico de drogas. McMaster foi um dos apoiadores de Trump antes do republicano se tornar o candidato republicano à Casa Branca nas eleições presidenciais de 2016. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade