Publicidade

Estado de Minas

Kim Jong-un reconhece perspectiva de 'diálogo' com os EUA e com Coreia do Sul


postado em 09/04/2018 21:36

Seul, 09 - O líder da Coreia do norte, Kim Jong-un, reconheceu publicamente pela primeira vez a perspectiva de um "diálogo" com os Estados Unidos e uma reunião planejada com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, quebrando um silêncio que levantou dúvidas sobre a participação de Pyongyang nas reuniões de alto nível.

Em uma reunião do Politburo do Partido dos Trabalhadores da Coreia nesta segunda-feira, Kim disse que fez uma "profunda análise e avaliação da orientação do desenvolvimento das relações Norte-Sul no presente e da perspectiva das relações entre Coreia do Norte e EUA", de acordo com um relatório publicado pela agência estatal norte-coreana KCNA.

As declarações de Kim foram publicadas horas depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, disse, em uma reunião de gabinete, que uma reunião com Kim poderia ocorrer "em maio ou no início de junho", estendendo o cronograma que a Casa Branca divulgou pela primeira vez no mês passado.

O reconhecimento de Kim das reuniões de alto nível ocorreu depois de um longo silêncio que levou alguns especialistas a se perguntarem sobre a disposição da Coreia do Norte de se reunir com Trump e com Moon Jae-in. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade