Publicidade

Estado de Minas

Déficit e dívida vão crescer nos EUA com medidas de Trump


postado em 09/04/2018 17:48

O déficit orçamentário americano aumentará mais de 20% em 2018 com as reduções de impostos adotadas pelo governo de Trump e chegará a 1 bilhão de dólares em dois anos, segundo previsões do Gabinete de Orçamento do Congresso (CBO, em inglês), publicado nesta segunda-feira (9).

Os cortes de impostos e aumento dos gastos, que funcionam como estímulo à atividade, vão impulsionar o crescimento da economia americana a curto prazo, mas não tanto quanto o governo espera, segundo previsões do CBO, uma agência federal.

O déficit orçamentário do exercício 2018, que se encerra em setembro, deve fechar em 804 bilhões de dólares, 4,2% do Produto Interno Bruto (PIB), acima dos 665 bilhões de 2017 (+20,9%). Antes das medidas, o CBO previa um déficit de 563 bilhões.

Daqui a dois anos, em 2020, o déficit orçamentário americano alcançará 1,008 trilhão de dólares. Ele superará 5% do PIB a partir de 2022.

Está previsto que o crescimento do PIB se acelere neste ano a 3,3%, mas esta expansão, meta do governo de Trump, será de curta duração. A partir de 2019, o crescimento deve desacelerar para um ritmo de 2,4%.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade