Publicidade

Estado de Minas

Maduro diz que eleição na Colômbia foi 'comédia'


postado em 12/03/2018 22:48

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, comparou as eleições de domingo na Colômbia a "um programa cômico", em referência à falta de cédulas, o que obrigou as autoridades eleitorais a recorrer a fotocópias.

"Me provoca risadas. Parece um programa cômico. Isto é a Colômbia. Santos, você é um cara de pau!" - disse Maduro em rede nacional de rádio e TV nesta segunda-feira.

Maduro devolveu assim as críticas do líder colombiano, Juan Manuel Santos, às eleições presidenciais convocadas para 20 de maio na Venezuela, que o governo em Bogotá não reconhecerá diante da falta de garantias para a oposição venezuelana.

"Santos fala em garantias eleitorais quando o sistema eleitoral na Colômbia é uma vergonha...", disse Maduro.

De fato, a Missão de Observação Eleitoral da Organização dos Estados Americanos (OEA) constatou problemas por falta de cédulas suficientes para votar no domingo nas consultas internas partidárias na Colômbia.

A disponibilidade dessas cédulas "deveria ser garantida com antecedência para assegurar o direito ao voto e evitar o uso de soluções artesanais", como o de fotocópias", apontou a missão.

A Procuradoria da Colômbia informou que abriu uma investigação ao órgão eleitoral pelo ocorrido.

Além dos problemas com as cédulas, a missão da OEA manifestou sua "preocupação pelas agressões sofridas por alguns candidatos à presidência e outros atores políticos em atividades de campanha".

O grupo da OEA, no entanto, destacou que o dia eleitoral de domingo "foi o mais tranquilo em muitos anos. Isso merece ser reconhecido e celebrado".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade