Publicidade

Estado de Minas

Airbus vai desenvolver plataforma comercial na ISS


postado em 07/02/2018 16:12

A Airbus desenvolverá uma plataforma comercial que será instalada fora da Estação Espacial Internacional (ISS) e poderá acomodar experiências de usuários de todo o mundo, informou o grupo europeu nesta quarta-feira (7) em um comunicado.

"Vamos propor às organizações institucionais e privadas um meio rápido e econômico de transportar suas experiências para o espaço sob a forma de cargas úteis externas", declarou Oliver Juckenhöfel, diretor de Sistemas Orbitais e Exploração da Airbus.

Batizada de Bartolomeo, esta plataforma deverá ser instalada em meados de 2019 na parte da frente do módulo europeu Colombus da ISS, a 400 km acima da Terra.

Por ocasião dos dez anos do Laboratório Espacial Europeu, a Agência Espacial Europeia (ESA) e a Airbus Defence and Space assinaram um acordo de parceria público-privado em Noorwijk (Holanda) sobre esta nova plataforma para cargas comerciais.

O acordo prevê que a Airbus investirá aproximadamente 40 milhões de euros para desenvolver e construir esta plataforma.

Ela será lançada a bordo de um veículo de abastecimento Dragon, da empresa americana SpaceX.

A ESA instalará o Bartolomeo na ISS. A plataforma será operada pela Airbus, que oferecerá um serviço que estará "disponível para usuários em todo o mundo".

Bartolomeo pretende atrair novos usuários para a Estação, incluindo start-ups espaciais e empresários.

A plataforma, que carrega o nome do irmão mais novo de Cristóvão Colombo, oferecerá doze espaços para carga útil na parte externa do módulo Columbus, de acordo com a Airbus.

Serão capazes de hospedar experimentos no campo da observação da Terra, ciências da vida e meteorologia espacial.

"Este é um passo importante para um maior uso comercial da Estação Espacial", disse David Parker, Diretor de Exploração Humana e Robótica da ESA.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade