Publicidade

Estado de Minas

Quito chama a consultas embaixador na OEA após medidas anti-referendo


postado em 07/02/2018 15:48

O Equador convocou nesta quarta-feira (7) para consultas seu embaixador na Organização de Estados Americanos (OEA), incomodado com uma decisão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), que impugna a destituição de funcionários de controle, aprovada em um referendo no domingo.

O ministério equatoriano de Relações Exteriores justificou em um comunicado a convocação ante o "acionar incompreensível, pouco ético e contrário a procedimentos legais" da CIDH, que pediu a adoção de medidas provisórias a favor dos funcionários em processo de remoção.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade