Publicidade

Estado de Minas

UE eleva previsão de crescimento para Eurozona em 2018 e 2019


postado em 07/02/2018 11:48

A economia da zona do euro crescerá 2,3% em 2018, e 2%, em 2019 - anunciou a Comissão Europeia em suas previsões de inverno, nesta quarta-feira (7), nas quais revisa para alta sua projeção para os 19 países do euro.

A revisão para alta - dos anteriores 2,1% para o ano vigente e 1,9% para 2019 estimados em novembro passado - se deve à expansão registrada em 2017, "que superou as previsões", estabelecendo-se em 2,4%, explicou o Executivo comunitário em uma nota.

"Os mercados de trabalho continuam melhorando, e a confiança dos operadores econômicos é particularmente elevada", indicou Bruxelas, que aponta ainda para "uma recuperação do comércio e para a atividade econômica mundiais acima do previsto".

Após anos de recuperação econômica moderada, a economia da zona euro registrou, em 2017, sua maior expansão anual em uma década.

Em 2007, um ano antes da crise financeira global, o crescimento se estabeleceu em 3%.

Entre as quatro primeiras economias do euro, a Espanha registraria a maior expansão em 2018, a 2,6%. Apesar da crise política na Catalunha, Bruxelas revisa em um décimo para alta sua previsão de novembro.

Em 2019, o crescimento espanhol se situaria em 2,1%, mesmo percentual que o da Alemanha, a primeira economia da zona euro. A expansão alemã sofreria, assim, uma desaceleração de dois décimos nos 2,3% previstos pela Comissão para 2018.

Segunda economia do bloco, a França teria melhores resultados em relação ao estimado em novembro: 2% (+0,3) em 2018, e 1,8% (+0,2), um ano depois.

A projeção para a Itália avançaria dois décimos este ano (1,5%) e no próximo (1,2%).

Para o conjunto dos 28 países da União Europeia (UE), Bruxelas também anuncia uma revisão para alta, a 2,3% (+0,2) em 2018, e 2%, em 2019 (+0,1).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade