Publicidade

Estado de Minas

Pence promete sanções "mais agressivas já impostas" contra a Coreia do Norte


postado em 07/02/2018 11:00

Tóquio, 07 - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, disse que seu país deve anunciar novas sanções contra a Coreia do Norte. Ele advertiu que os americanos podem usar sua presença nos Jogos Olímpicos de Inverno para reforçar a pressão internacional voltada a interromper o programa de armas nucleares do regime de Pyongyang.

Após uma reunião com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em Tóquio, Pence disse que os EUA devem anunciar "a rodada mais dura e mais agressiva de sanções já impostas contra a Coreia do Norte", mas não deu detalhes sobre seus passos ou quando elas devem ser introduzidas.

Depois de indicar na terça-feira que estaria disposto a se reunir com autoridades norte-coreanas na Olimpíada de Inverno, Pence mostrou uma mensagem mais dura. "Junto com o Japão e nossos aliados, deixe que o mundo saiba disso: nós continuamos a intensificar nossa campanha de pressão máxima até que a Coreia do Norte adote medidas concretas para o fim completo, verificável e irreversível" de seu programa nuclear, afirmou ele.

Pence e Abe disseram que Pyongyang parece tentar enfraquecer a coordenação internacional, ao cooperar com a Coreia do Sul nos Jogos de Inverno. Ontem, uma equipe de animadoras de torcida norte-coreanas chegou à Coreia do Sul, no que Abe qualificou como "diplomacia do sorriso".

O vice de Donald Trump disse que a verdadeira natureza do regime norte-coreano seria mostrada na cerimônia de abertura do evento esportivo pelo pai de Otto Warmbier, estudante americano detido na Coreia do Norte e que voltou para casa em coma, para morrer pouco depois. "Nós não permitiremos que a propaganda norte-coreana sequestre a mensagem e a imagem dos Jogos Olímpicos", disse Pence.

As duas Coreias pretendem marchar juntas sob uma única bandeira na cerimônia de abertura do evento e terão uma equipe conjunta de hóquei no gelo feminino.

Pence disse que, embora as Coreias tenham marchado unidas nas últimas três cerimônias de abertura olímpica, Pyongyang pouco depois disso voltou a realizar provocações. Ele lembrou que oito meses após a Olimpíada de Inverno de 2016 os norte-coreanos realizaram seu primeiro teste nuclear. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade