Publicidade

Estado de Minas

Trump acusa legisladores que não o aplaudiram de 'traição'


postado em 05/02/2018 20:36

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, descreveu nesta segunda-feira (5) os legisladores que não aplaudiram seu discurso sobre o estado da União como "antiamericanos" e até culpados de "traição".

Em visita a Cincinnati, o presidente evocou sua primeira apresentação anual ante o Congresso na semana passada para questionar o comportamento de seus adversários democratas.

"Disse que a taxa de desemprego dos negros estava em seu nível histórico mais baixo (...) Silêncio total, nem um sorriso", contou.

"Cheguei a um ponto que nem sequer queria olhar nessa direção porque, sinceramente, havia uma energia ruim", continuou.

O presidente disse que "prefeririam" que ele fosse mal e isso é "muito egoísta".

"Antiamericanos. Alguém falou de traição, por que não? Podemos chamar de traição, por que não?", continuou. "Certamente não pareciam amar muito nosso país", disse, denunciando o que considerou uma situação "muito, muito triste".

Trump se gabou falsamente de que seu discurso, pelo qual disse ter recebido muitos cumprimentos e comentários positivos, foi visto por "45,6 milhões de pessoas". "A cifra mais alta da história", disse.

Mas segundo mediações da Nielsen, três dos antecessores de Trump superaram esse nível de audiência em seu primeiro discurso sobre o estado da União.

Entretanto, Trump viu um leve aumento de sua popularidade: sua qualificação de aprovação na Gallup subiu dois pontos, a 40%, seu nível mais alto em meses.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade