Publicidade

Estado de Minas

Sírios são internados com asfixia após bombardeios do governo


postado em 04/02/2018 21:12

Cinco civis sírios com sintomas de asfixia foram hospitalizados neste domingo (4), depois de bombardeios do governo Bashar al-Assad na cidade de Saraqeb, no noroeste do país - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), acrescentando que dez civis morreram.

"Um odor nauseante se espalhou depois que helicópteros do regime atacaram vários bairros da cidade de Saraqeb na província de Idlib", completou o OSDH.

A ONG citou moradores e fontes médicas, que se referiram a um "gás tóxico".

Na cidade de Kafr Nabl (sul de Idlib), seis civis morreram nos ataques da Força Aérea, indicou o OSDH.

Outros quatro civis morreram por bombardeios do governo nas cidades de Maasarin e Maaret al-Numan.

O Observatório relatou ainda que "aviões - ao que parece - russos atacaram o principal hospital de Maaret al-Numan, causando-lhe danos" e que, agora, o estabelecimento não funciona.

Na sexta-feira, o secretário americano da Defesa, Jim Mattis, indicou que "foi usado" cloro em "diversas ocasiões" em ataques na Síria. No sábado, Damasco classificou as acusações de "mentiras".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade