Publicidade

Estado de Minas

BCE alerta que próxima crise pode ameaçar coesão da zona do euro


postado em 02/02/2018 15:06

A zona do euro precisa acelerar suas reformas para evitar que a próxima crise ameace a coesão econômica e social, alertou nesta sexta-feira (2), um alto funcionário do Banco Central Europeu (BCE).

"Mesmo uma pequena desaceleração poderia causar custos econômicos e sociais significativos", disse Benoit Coeuré, membro do conselho de administração do BCE, em uma conferência em Liubliana, na Eslovênia, e alertou que isso poderia "colocar à prova novamente a coesão da união monetária".

Em 2017, o crescimento econômico da zona do euro atingiu 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB), o maior nível em dez anos.

Mas, apesar disso, "as falhas institucionais que causaram e fizeram durar a última crise ainda não foram resolvidas", advertiu Coeuré.

O BCE mantém as taxas de juros em níveis historicamente baixos e, desde 2015, adquiriu mais de 2,3 trilhões de euros em títulos, uma política que lhe permitiu apoiar o crescimento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade