Publicidade

Estado de Minas

Inglaterra: mulher consegue entrar na escola do príncipe George 'para roubar'

O príncipe George da Inglaterra, de 4 anos, terceiro na linha de sucessão ao trono, começou a frequentar esse colégio na última quinta-feira


postado em 13/09/2017 16:04 / atualizado em 13/09/2017 16:25

(foto: AFP / POOL / RICHARD POHLE )
(foto: AFP / POOL / RICHARD POHLE )
A Polícia britânica comunicou que revisará as medidas de segurança da escola em que estuda o príncipe George, em Londres, depois que uma mulher invadiu o local supostamente para roubar.

(foto: AFP / POOL / RICHARD POHLE )
(foto: AFP / POOL / RICHARD POHLE )

"Uma mulher de 40 anos foi detida sob suspeita por tentativa de roubo" na escola Saint Thomas, no bairro de Battersea, situado ao sul de Londres, informou a Polícia em um comunicado.


"Estamos trabalhando com a escola, que tem entre seus alunos a sua Alteza Real, o príncipe George, para revisar as suas medidas de segurança após o incidente", ressalta o comunicado, acrescentando que a segurança dentro do colégio é de responsabilidade da instituição escolar.


O príncipe George da Inglaterra, de 4 anos, terceiro na linha de sucessão ao trono, começou a frequentar esse colégio na última quinta-feira (7).


De acordo com o site da escola, o local possui 560 alunos de idades entre 4 e 13 anos, e oferece cursos de arte, balé, teatro, francês e informática, e busca desenvolver valores como amorosidade, educação, confiança, humildade e generosidade.


No guia britânico das melhores escolas, intitulado "The Good Schools Guide", o estabelecimento é descrito como "um pouco caótico" para "pais cosmopolitas que querem dar a seus filhos a melhor educação inglesa que o dinheiro pode comprar".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade