Publicidade

Estado de Minas

Muro não precisa ser construído ao longo de toda a fronteira do México, diz Ryan


postado em 13/09/2017 14:07

Washington, 13 - O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Paul Ryan, disse que o Congresso americano está trabalhando em medidas de imigração, as quais devem incluir medidas de segurança.

Durante a campanha eleitoral e desde então, o presidente dos EUA, Donald Trump, prometeu, repetidamente, construir um muro ao longo da fronteira com o México. Ryan afirmou que uma barreira física não precisa ser construída ao longo de toda a fronteira, citando "circunstâncias no terreno que determinam como fazemos a segurança".

De acordo com Ryan, Trump tomou a abordagem correta para eliminar um programa que ajudou jovens imigrantes a serem trazidos para o país como crianças e, agora, estão ilegalmente nos EUA. Para ele, a Casa Branca deveria permitir que o Congresso abordasse o problema porque ele não queria que fosse rescindido no primeiro dia e "criasse o caos". No entanto, para Ryan, os seis meses que Trump deu aos congressistas para alguma ação foram tempo suficiente.

Na semana passada, Trump anunciou que irá desmantelar o programa que permite que imigrantes jovens continuem no país mesmo ilegais, chamado de Daca, que ampliou as licenças de trabalho temporário e a proteção de deportação para quase 800 mil imigrantes jovens trazidos para os EUA quando menores de idade. Ryan disse que remover os imigrantes cobertos pelo programa não é "do interesse da nossa nação".

Depois de meses de confusão na Casa Branca, o presidente da Câmara comentou que o governo está melhorando ultimamente. Ele disse que a Casa Branca está aprendendo o que funciona "e acho que estão melhorando". Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade