Publicidade

Estado de Minas

Parlamento Europeu pede novas sanções contra governistas da Venezuela


postado em 11/09/2017 22:19

São Paulo, 11 - O presidente do Parlamento Europeu, o italiano Antonio Tajani, afirmou que pediu ao chefe da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e ao líder do Conselho Europeu, Donald Tusk, uma nova rodada de sanções contra altos funcionários do governo da Venezuela.

Em carta enviada ao presidente da Assembleia Nacional venezuelana, o oposicionista Julio Borges, Tajani reforçou que não vê legitimidade na Constituinte governista que deseja reescrever as leis no país sul-americano.

Na semana passada, Borges fez um périplo pela Europa onde se encontrou com presidentes de diversos parlamentos de governos da região. A ideia do oposicionista era conquistar apoio internacional contra o governo de Nicolás Maduro, ao qual acusa de ser uma ditadura.

"Pode contar com meu apoio contínuo para seguir exercendo e reforçando a pressão contra a ditadura", escreveu Tajani, em referência ao regime de Maduro.

A carta de Tajani foi divulgada no mesmo dia em que o Parlamento Europeu deu início às rodadas anuais de sessão plenária.

(Mateus Fagundes)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade