Publicidade

Estado de Minas

Ruanda investiga papel de 20 funcionários franceses em genocídio


postado em 29/11/2016 18:10

Ruanda abriu nesta terça-feira uma investigação judicial sobre o possível envolvimento de 20 funcionários franceses no genocídio de 1994 que deixou 800.000 mortos, anunciou o procurador-geral.

"A investigação por enquanto está centrada em 20 indivíduos que, segundo informações coletadas, deverão responder à procuradoria para explicar o esclarecer as acusações contra ele", indicou em um comunicado o procurador-geral, Richard Muhumuza.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade