Publicidade

Estado de Minas

Prêmio Lux do Parlamento Europeu vai para o filme 'Toni Erdmann'


postado em 23/11/2016 15:16

A comédia alemã "Toni Erdmann", uma crônica da relação entre uma mulher executiva muito atarefada e seu excêntrico pai, ganhou nesta quarta-feira o Prêmio Lux do Parlamento Europeu, criado para estimular a produção de filmes no bloco.

"Toni Erdmann", de Maren Ade, foi a sensação no Festival de Cannes e fez muito sucesso em vários países.

"Estou muito feliz de ser uma cineasta europeia", manifestou Maren Ade, de 39 anos, ao receber seu prêmio das mãos do presidente da Eurocâmara, Martin Schulz.

"Sem o financiamento europeu, um filme como 'Toni Erdmann' não teria sido possível de fazer", explicou a realizadora.

A produção "Toni Erdman" e os outros dois finalistas obtêm o benefício com este premio de financiamento de serem legendados nos 24 idiomas da União Europeia, e de serem exibidos nos cinemas dos 28 países-membros.

No ano passado, 1.643 filmes foram realizados na Europa, ou seja, mais que o dobro em relação aos Estados Unidos (791 produções). Entretanto, o cinema americano domina 64% do mercado de distribuição.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade