Publicidade

Estado de Minas

Sindicato denuncia que Airbus quer suprimir mais de mil postos


postado em 23/11/2016 08:52

O construtor europeu Airbus suprimirá mais de 1.000 postos de trabalho, principalmente na França, como também na Alemanha, como parte de seu plano de reestruturação, indicou o sindicato francês FO, majoritário no grupo.

De seu lado, o sindicato cristão CGTC cifrou em 780 os postos que serão eliminados sem justificativa real.

Um porta-voz da Airbus não quis comentar a informação, recordando que a lei obriga primeiro negociações com os atores sociais.

A reestruturação do grupo, anunciada em setembro, consiste em fazer a fusão das sedes do setor das áreas aviação comercial (Airbus SAS) e do grupo (Airbus Group SAS), até meados de 2017.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade