Publicidade

Estado de Minas

Prefeita renuncia nos EUA após insultos racistas a Michelle Obama


postado em 15/11/2016 23:25

A prefeita Beverly Walling, da pequena cidade de Clay, na Virgínia Ocidental, entregou o cargo depois dos insultos racistas feitos no Facebook contra a primeira-dama Michelle Obama, citada como "uma macaca" - informou a imprensa americana nesta terça-feira (15).

Beverly apareceu aplaudindo os ataques e foi pressionada a renunciar hoje, afirmou o funcionário municipal Joe Coleman.

Depois da vitória do republicano Donald Trump nas eleições americanas, a diretora da Clay County Development Corp., Pamela Ramsey, postou no Facebook que "será revigorante ter na Casa Branca uma primeira-dama com classe, bonita, digna".

"Estou cansada de ver uma macaca de salto", acrescentou.

Berverly respondeu: "Ganhei o dia Pam".

Segundo o jornal The Washington Post, que cita a imprensa local, os comentários de ambas foram rapidamente apagados da rede social.

Pamela Ramsey também foi demitida.

Durante seus oito anos de mandato, Barack Obama - o primeiro presidente negro da História dos Estados Unidos - e sua família foram alvos de repetidos insultos racistas.

Clay tem uma população de menos de 500 habitantes, segundo o censo de 2010, e é parte da Virgínia Ocidental, no sudeste do país, onde o legado da escravidão ainda é muito forte.

Na segunda-feira (14), Beverly Whalling se desculpou, em declarações publicadas ao jornal The Washington Post: "meu comentário não pretendia ser racista, de modo algum".

Um manifesto contra as declarações de ambas publicado em já conta com quase 160 mil assinaturas nos Estados Unidos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade