Publicidade

Estado de Minas

Trump vê economia estagnada e defende renegociação de acordos comerciais


postado em 20/10/2016 00:25

Nova York, 20 - O candidato à presidência dos Estados Unidos pelo partido republicano, Donald Trump, voltou a afirmar que vai renegociar os tratados comerciais fechados por Washington, mas garantiu que seu governo terá vários acordos de livre comércio.

"Vamos renegociar o Nafta e outros acordos comerciais, que foram um desastre", disse Trump. Já a democrata Hillary Clinton afirmou que seu plano é fazer a economia crescer dando oportunidades à classe média. Ela voltou a defender o estímulo a pequenos negócios e empreendedores, falando ainda da necessidade de investimento em energia limpa e de criação de mais postos de trabalho.

A democrata defendeu que os mais ricos paguem impostos mais altos, enquanto afirmou que Trump quer dar condições tributárias favoráveis para os endinheirados e as grandes corporações. Ela afirmou que não haverá alta de impostos para quem ganha até US$ 250 mil por ano.

"O plano de econômico de Hillary é um desastre, vai aumentar taxas", afirmou Trump ao falar de seus projetos para a economia. O republicano afirmou que durante o governo de Barack Obama, a dívida pública dos EUA dobrou e milhares de postos de trabalho foram exportados para outros países, como México.

O republicano ressaltou ainda que a economia dos EUA está crescendo ao redor de 1% ao ano, enquanto a Índia cresce na casa dos 8% e a China avança ao redor de 7%. "Nossa economia está estagnada."

Hillary disse que Obama herdou uma economia em "catástrofe" do presidente anterior, George Bush. "Ele salvou a economia e não tem o crédito que merece", disse ela. (Altamiro Silva Junior, correspondente, altamiro.junior@estadao.com)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade