Publicidade

Estado de Minas

Polícia faz buscas no escritório de bispo francês acusado de não denunciar pedofilia


postado em 30/03/2016 11:40

A polícia francesa realizou nesta quarta-feira uma operação de busca na sede do arcebispado de Lyon (leste da França), como parte de uma investigação sobre a falta de denúncia de agressões sexuais por parte de líderes da diocese, incluindo o cardeal Barbarin, de acordo com uma fonte próxima à investigação.

Este inquérito foi aberto de modo paralelo ao indiciamento, no final de janeiro, de um padre suspeito de pedofilia.

"O cardeal Philippe Barbarin expressou em muitas ocasiões sua vontade de cooperar de forma transparente com a justiça: ele está à sua disposição com confiança", comentou a diocese em uma declaração.


Publicidade