(none) || (none)
UAI
Publicidade

Estado de Minas

Obama pede a presidente egípcio libertação de jornalistas


postado em 25/09/2014 19:40

O presidente Barack Obama pediu nesta quinta-feira a libertação dos jornalistas detidos no Egito e manifestou sua preocupação com a repressão política nesse país durante seu primeiro encontro com o presidente egípcio, Abdel Fatah al-Sissi, em Nova York.

O conselheiro adjunto de Segurança Nacional dos EUA, Ben Rhodes, disse aos jornalistas no avião Air Force One que Obama tinha abordado o assunto em uma reunião em paralelo à Assembleia Geral da ONU com o presidente egípcio, um ex-chefe do Exército que derrubou Mohamed Mursi do poder há um ano.

Rhodes afirmou que Obama tinha manifestado as "preocupações atuais" dos Estados Unidos "com relação à trajetória política seguida pelo Egito". O presidente americano também falou sobre os direitos humanos, em particular os direitos da imprensa e a liberdade de expressão.

"O presidente expressou seu ponto de vista e considerou que esses jornalistas deveriam ser libertados", completou Rhodes.

Com frequência, Washington evoca o caso dos três jornalistas da emissora Al-Jazeera, que cumprem uma pena de sete a dez anos de prisão no Egito por seu suposto apoio à Irmandade Muçulmana.

Rhodes considerou que as discussões foram úteis.

Segundo ele, os dois presidentes também conversaram sobre a situação no Oriente Médio. Entre outros pontos, eles discutiram os ataques aéreos no Iraque e na Síria, realizados pelos Estados Unidos e por seus aliados para combater Estado Islâmico (EI), assim como a luta contra o terrorismo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade

(none) || (none)