Publicidade

Estado de Minas

Papa aceita renúncia de líder da igreja holandesa


postado em 08/09/2014 12:22 / atualizado em 08/09/2014 13:34

O Papa Francisco aceitou a renúncia do cardeal Sean Brady, chefe da Igreja Católica na Irlanda desde 1996, anunciou nesta segunda-feira o próprio cardeal. De acordo com o costume estabelecido, o arcebispo de Armagh havia apresentado sua renúncia ao Papa em seu aniversário de 75 anos no mês passado. "Fico feliz que o Papa aceitou a renúncia que apresentei por ocasião dos meus 75 anos", disse em um comunicado.

O Papa já havia nomeado em janeiro de 2013 Eamon Martin Brady como arcebispo de Armagh. Associações de vítimas da pedofilia acusaram Brady de acobertar os abusos sexuais cometidos por padres em sua diocese.

O cardeal se desculpou publicamente maio 2012 por não ter relatado à polícia os abusos pedófilos por um padre de sua diocese na década de 70, mas se recusou a renunciar. Marie Kane, uma das vítimas de abusos por um religioso lamentou que Brady não tenha renunciado antes. "Ele deveria ter feito isso há muito tempo e não apenas porque completou 75 anos", disse à emissora pública irlandesa RTE.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade