Publicidade

Estado de Minas

Megaoperação detém 660 suspeitos de pedofilia na Grã-Bretanha


postado em 16/07/2014 10:16

A polícia britânica deteve 660 supostos pedófilos, entre os quais figuram médicos, professores e assistentes sociais e chefes de escoteiro, dentro de uma megaoperação lançada há seis meses, informou nesta quarta-feira a Agência Nacional contra o Crime (NCA).

As detenções permitiram salvar 400 crianças e levaram a indiciamentos por delitos que vão desde a posse de imagens obscenas a agressões sexuais graves, segundo o órgão policial.

Mais de 40 unidades policiais participaram na operação, que foi realizada na Inglaterra, Escócia, Gales e Irlanda do Norte.

A Grã-Bretanha se vê confrontada com uma sucessão de denúncias de pedofilia desde que, em 2012, se soube que o popular e já falecido apresentado da BBC Jimmy Savile era um predador sexual que conseguiu agir durante décadas com total impunidade.

O governo abriu recentemente uma investigação sobre uma suposta rede de parlamentares pedófilos.

A NCA informou que nenhum legislador ou membro do governo figura entre os detidos na operação anunciada nesta quarta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade