Publicidade

Estado de Minas

Sri Lanka apela aos deuses para evitar cortes de energia


postado em 01/04/2014 09:46

A ministra da Energia do Sri Lanka ofereceu flores e acendeu milhares de lâmpadas a óleo ao orar pedindo chuvas para reabastecer os reservatórios atingidos pela seca e que são utilizados pelas usinas hidrelétricas, declarou uma autoridade nesta terça-feira.

A ministra Pavithra Waniarachchi iluminou a cidade do templo sagrado de Anuradhapura com 4.000 lâmpadas de óleo de coco em busca de ajuda divina para acabar com a seca e ofereceu esmolas aos monges locais na segunda-feira.

Ela também ofereceu um pote de água para a mais sagrada árvore do budismo, a Sri Maha Bodhi, na cidade de Anuradhapura, como um sinal de sua fé.

"Ela pegou um pote de água de um reservatório que tinha atingido seu limite e ofereceu-o à árvore Bo (Sri Maha Bodhi)", declarou seu porta-voz, Sisira Wijesinghe, à AFP. "A esperança é de que choverá em breve", explicou.

Acredita-se que a árvore - que tem como nome científico ficus religiosa - tenha crescido a partir da muda de uma árvore na Índia que abrigou o Buda quando ele alcançou a iluminação, há mais de 2.500 anos.

Os moradores do Sri Lanka buscam bênçãos da árvore em tempos de crise.

Secas prolongadas muitas vezes resultam em interrupções de energia elétrica, enquanto as centrais térmicas do país lutam para atender à demanda.

Wijesinghe declarou que os reservatórios caíram para menos de 25% da sua capacidade devido à seca prolongada.

O Sri Lanka sofreu uma grande seca há 10 anos, provocando racionamento de água e de energia elétrica.


Publicidade