Publicidade

Estado de Minas

Vários feridos em manifestações no Egito


postado em 27/09/2013 15:40

Várias pessoas ficaram feridas nesta sexta-feira em Alexandria, segunda maior cidade do Egito, em confrontos entre partidários e opositores do presidente deposto pelos militares Mohamed Mursi, indicaram à AFP fontes da segurança.

Partidários de Mursi, deposto em 3 de julho, manifestaram em várias cidades para denunciar o golpe de Estado militar que derrubou o primeiro presidente islâmico eleito democraticamente.

Em Alexandria, centenas de manifestantes foram alvejados por pedras atiradas pelos moradores do bairro Al-Asafra, o que resultou em confrontos até a intervenção da polícia.

No Cairo, os pró-Mursi picharam com palavras de ordem contra o Exército as paredes de prédios no bairro de Maadi, de acordo com um correspondente da AFP no local.

Também foram realizados protestos nos bairros de Mohandesin e Nasr City, no Cairo, bem como na província de Sharkia, no Delta do Nilo, e na província central de Qena, segundo fontes da segurança.

Ao mesmo tempo, na cidade de Kerdasa, nos arredores do Cairo, as forças de segurança continuaram a sua campanha de detenções de militantes islâmicos.

A Irmandade Muçulmana, a qual pertence Mursi, organiza manifestações desde a destituição do presidente, geralmente dispersadas violentamente. Mais de 1.000 pessoas morreram desde então, em sua maioria manifestantes pró-Mursi.

A sua capacidade de mobilização foi significativamente reduzida devido à repressão e à prisão de quase todos os líderes da fraternidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade