Publicidade

Estado de Minas

Grã-Bretanha privatiza correios

É o maior caso de privatização da história desde os governos de Thatcher e Major


postado em 12/09/2013 15:01 / atualizado em 12/09/2013 15:39

O governo britânico anunciou nesta quinta-feira a privatização do serviço postal Royal Mail através de uma introdução de capital na bolsa de Londres "nas próximas semanas".

Trata-se da maior privatização desde os governos conservadores de Margaret Thatcher e John Major.

A privatização dos correios britânico havia sido anunciada em julho no Parlamento pelo ministro do Comércio, Vince Cable.

O governo não revelou a proporção do capital que oferecerá aos investidores privados, mas informou que 10% do capital será distribuído gratuitamente aos funcionários do Royal Mail.

Os 11.500 escritórios do Royal Mail, agrupados em uma sociedade distinta, Post Office, seguirão sendo de propriedade do Estado britânico. "É um dia importante para o Royal Mail, seus empregados e seus clientes", declarou Cable em um comunicado.

Segundo a imprensa, 51% do capital do Royal Mail representa 3 bilhões de libras.

A Royal Mail, fundada em 1516 por Henrique VIII, é uma das empresas de correios mais antigas do mundo.


Publicidade