Publicidade

Estado de Minas

Geleiras austríacas recuaram 17 metros em média em 2012


postado em 12/04/2013 17:01

Das 95 geleiras monitoradas pelo clube alpino austríaco (ÖAV), 93 recuaram em média 17,4 metros em 2012, enquanto outras duas mantiveram seu nível, informou nesta sexta-feira o ÖAV em seu relatório anual.

O clube também destacou que a geleira do Pasterze, no maciço de Hohe Tauern e do Grossglockner (sul da Áustria) retrocedeu 97,3 metros em 2012, o maior degelo de uma geleira registrado desde 1879.

"A razão para este degelo é a alta temperatura média do ano passado", explicou Andrea Fischer, da Universidade de Innsbruck, encarregada da medição de geleiras para o ÖAV. Treze geleiras perderam mais de 30 metros, contra 15 no ano passado, e oito chegaram a recuar 40 metros, informou o ÖAV em um comunicado.

Segundo os especialistas, 98% das geleiras austríacas recuaram no ano passado.

Em 2011, as geleiras austríacas recuaram em média 17 metros contra 14 em 2010.

O clube alpino austríaco faz medições nas geleiras há 122 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade