Publicidade

Estado de Minas

Igreja paga US$ 10 milhões a vítimas de abuso nos EUA


postado em 12/03/2013 21:46

A arquidiocese de Los Angeles concordou em pagar quase 10 milhões de dólares a quatro homens que teriam sofrido abuso sexual por parte de um sacerdote nos anos 70, anunciaram seus advogados nesta terça-feira.

O acordo foi alcançado este mês entre os advogados dos denunciantes, o sacerdote acusado e o cardeal de Los Angeles, Roger Mahony, que participa atualmente do conclave para eleger o Papa, apesar dos protestos das vítimas.

A publicação de mais de 100 casos de abuso sexual no último mês pela arquidiocese de Los Angeles ajudou a chegar ao acordo, afirmaram os advogados.

O padre envolvido, Michael Baker, abusou inúmeras vezes de quatro jovens em 1970.

As denúncias apresentadas afirmam que o então arcebispo Mahony autorizou a permanência de Baker no cargo mesmo após o padre ter admitido, em 1986, que havia abusado de menores no passado.

Baker ficou preso durante 10 anos após se declarar culpado de 12 graves delitos de sexo oral com um menor, em dezembro de 2007. O padre foi solto em outubro de 2010.

A arquidiocese não confirmou ou negou a informação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade