Publicidade

Estado de Minas

Morre a princesa Lilian, da Suécia


postado em 10/03/2013 18:01 / atualizado em 10/03/2013 18:56

Foto de abril de 2006 mostra a princesa em festa de aniversário do rei Carl Gustaf (foto: AFP PHOTO / SVEN NACKSTRAND )
Foto de abril de 2006 mostra a princesa em festa de aniversário do rei Carl Gustaf (foto: AFP PHOTO / SVEN NACKSTRAND )
A princesa Lilian, da Suécia, morreu neste domingo, aos 97 anos, 15 anos depois do marido, com o qual se casou após uma espera de décadas, anunciou a corte sueca.

Lilian, mulher do tio do rei Carl XVI Gustaf, morreu em casa esta tarde, em Estocolmo, anunciou o Palácio Real.

Em 2010, foi anunciado que a princesa, que sofria do mal de Alzheimer, não faria mais aparições públicas.

Lilian casou-se aos 24 anos - em 1940, durante a Segunda Guerra Mundial - com o ator Ivan Craig. Mas enquanto ele estava em combate, ela conheceu, em 1943, o príncipe Bertil, que trabalhava na embaixada da Suécia. Foi o começo de uma história de amor que duraria 54 anos.

Lilian divorciou-se em 1945, de comum acordo com o marido, que também havia se interessado por outra pessoa. Bertil não poderia se casar com Lilian sem renunciar à sucessão do trono, que tinha poucos aspirantes. Ela concordou, então, em permanecer à sombra.

Com a morte do irmão de Bertil, o rei Gustaf VI Adolf, em 1973, Carl XVI Gustaf foi coroado, aos 26 anos. Três anos depois, o novo rei se casou e autorizou Bertil a se unir oficialmente a Lilian, após quase três décadas vivendo com ela.

O casal, muito querido pelos suecos, não teve filhos. Bertil morreu em 1997, aos 84 anos.

(foto: AFP PHOTO / SCANPIX / HENRIK MONTGOMERY )
(foto: AFP PHOTO / SCANPIX / HENRIK MONTGOMERY )
 


Publicidade