Publicidade

Estado de Minas

Pedofilia: petição contra presença de cardeal americano no Conclave


postado em 18/02/2013 15:40 / atualizado em 18/02/2013 18:12

Uma associação de católicos americanos, a Catholics United, lançou uma petição para impedir que o cardeal aposentado Roger Mahony viaje a Roma para participar no conclave que designará o novo Papa, por sua suposta participação no escândalo de pedofilia nos Estados Unidos.


"Querido cardeal Mahony, permaneça em casa", destaca o texto, postado no site da associação.


"Seu envolvimento no escândalo de pedofilia na Igreja e a proibição de exercer o ministério público que lhe foi infligida pelo arcebispado de Los Angeles deveriam representar para você um sinal de que não deve intervenir no próximo conclave papal", indica ainda o texto.


Acusado de ter encoberto casos de pedofilia supostamente cometidos por uma centena de religiosos, Mahony foi privado de todas as "responsabilidades administrativa ou pública" na Igreja por seu sucessor em Los Angeles, o arcebispo José Gomez.


O cardeal de 76 anos, que participou na designação de Bento XVI, é teoricamente membro do conclave, constituído por 117 cardeais co menos de 80 anos.


Publicidade