Publicidade

Estado de Minas

Operação contra pedofilia prende 245 pessoas em sete países no fim de 2012


postado em 03/01/2013 18:52 / atualizado em 03/01/2013 18:57

Uma operação policial internacional para combater a pedofilia levou à prisão de 245 pessoas no final de 2012, a maioria nos Estados Unidos e em outros seis países, anunciou nesta quinta-feira em Washington John Morton, diretor da Agência de Imigração e Alfândega americana (ICE).

 Dos detidos durante a operação "Sunflower", realizada entre 1° de novembro e 7 de dezembro de 2012, 222 estavam nos Estados Unidos e os outros 23, em seis diferentes países. Seus nomes não foram divulgados por "razões operacionais muito sensíveis".

 A operação, que tinha como objetivo encontrar pessoas que possuíssem, produzissem ou difundissem imagens de casos de pedofilia na internet, permitiu identificar e resgatar 123 crianças, 110 delas nos Estados Unidos, detalhou Morton.

 Entre as vítimas, cinco tinham menos de três anos, nove tinham entre quatro e seis anos, 21 entre sete e nove anos e 11 entre dez e 12 anos. Eram 70 meninas e 53 meninos, enquanto outros 23 dos identificados são agora adultos.

 A operação ganhou o nome "Sunflower" (girassol, em inglês) devido a uma investigação iniciada um ano atrás para evitar o estupro de uma menina que foi anunciado na internet por um jovem de 16 anos.

 A partir de uma foto encontrada pela polícia dinamarquesa que mostra um cartaz em uma estrada com um girassol, os investigadores foram capazes de chegar à casa do jovem em um povoado do Kansas (centro-oeste).

Em 2012, houve o "recorde" de 1.655 pessoas detidas por pedofilia pelo ICE, e 292 vítimas puderam ser identificadas e salvas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade