Publicidade

Estado de Minas

Libertado presidente da Liga síria de Direitos Humanos

França e Itália exigiram sua libertação imediata.


postado em 22/08/2011 10:11

O presidente da Liga síria de Direitos Humanos, Abdel Karim Rihaui, foi libertado nesta segunda-feira após permanecer detido por dez dias, informou seu advogado Khalil Matuk. "As autoridades libertaram Abdel Karim Rihaui sem acusações", informou o advogado, que também preside o Centro sírio para a Defesa dos Prisioneiros de Opinião.

Abdel Karim Rihaui foi detido no dia 11 de agosto em um café de Damasco. Graças a sua rede de militantes no país, Rihaui é uma fonte essencial de informações para a imprensa estrangeira, cujos movimentos são muito limitados na Síria.

Com 43 anos, Rihaui dirige a Liga síria de Direitos Humanos desde 2004. Este militante, muito ativo desde o início da revolta popular em meados de março contra o regime de Bashar al-Assad, não havia sido detido até agora.


Publicidade