Publicidade

Estado de Minas

Papa critica aqueles que pensam ser 'deuses'

Bento XVI convocou jovens peregrinos vindos de 193 países


postado em 18/08/2011 18:01

O papa Bento XVI aproveitou nesta quinta-feira seu primeiro grande encontro com os jovens no âmbito da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Madri, para estimular os jovens a ter Cristo como exemplo e criticar aqueles que acreditam ser "deuses".

"Há muitos que, acreditando ser deuses, pensam não ter a necessidade de mais raízes ou alicerces que eles mesmos", afirmou o Santo Padre, na praça de Cibeles, centro de Madri, diante de milhares de jovens vindos do mundo inteiro para participar da JMJ.

O Papa convocou os jovens peregrinos vindos de 193 países a aproveitar até o domingo, quando termina a JMJ, "para conhecer Cristo melhor" e que Ele sirva de "rocha firme" para a vida.

"Escutem de verdade as palavras do Senhor para que sejam em vós 'espírito e vida', raízes que alimentam o vosso ser, pautas de conduta que nos assemelhem à pessoa de Cristo", acrescentou o pontífice, aplaudido pelos peregrinos.

Bento XVI insistiu que Cristo pode ser "uma alternativa válida a tantos que viram sua vida vir abaixo porque os fundamentos de sua existência eram inconsistentes".

"A tantos que se contentam em seguir as correntes de moda, se abrigam no interesse imediato, esquecendo a justiça verdadeira, ou se refugiam em pareceres próprios ao invés de buscar a verdade sem adjetivos", acrescentou Bento XVI.

O Papa se dirigiu, assim, aos jovens em seu primeiro encontro com os mesmos na JMJ, antes de dar por encerrado seu primeiro dia na capital espanhola e retornar ao núncio apostólico, onde ficará alojado durante a visita de quatro dias a Madri.


Publicidade