Publicidade

Estado de Minas

Fidel se reúne com intelectuais na primeira aparição pública em mês e meio


postado em 16/02/2011 09:42

O líder cubano Fidel Castro reapareceu na terça-feira animado e bem disposto em um encontro com intelectuais de vários países que assistem em Havana a Feira Internacional do Livro, depois de um mês e meio de ausência pública, segundo imagens difundidas pela televisão local.

Usando suéter esportivo preto, Fidel, 84 anos, expôs aos escritores, acadêmicos e jornalistas os perigos que representam para a espécie humana a guerra e a fome, na primeira parte de um longo diálgo com mais de cinco horas, editado em duas horas no programa governista Mesa Redonda. No encontro, o líder comunista, se mostrou lúcido e com boa saúde. "Nossa espécie não aprendeu a sobreviver", afirmou durante o evento.

Fidel enfatizou que os intelectuais "podem ter um papel decisivo" na tomada da consciência mundial e pediu a eles que contribuam para convencer "as criaturas autossuficientes e incapazes" (os políticos) dos perigos que ameaçam a sobrevivência da espécie.

Apesar de não aparecer desde que recebeu em sua casa o vice-presidente do Ecuador, Lenín Moreno, em 29 de dezembro, Fidel se manteve ativo escrevendo artigos publicados na imprensa local. O último dele foi publicado na segunda-feira, quando comentou a recente queda do presidente egípicio, Hosni Mubarak.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade