Publicidade

Estado de Minas

Australiano é preso no Cairo com múmias na bagagem


postado em 25/12/2008 09:21 / atualizado em 08/01/2010 03:54



Um australiano foi preso no aeroporto de Cairo depois que funcionários encontraram múmias de animais em sua bagagem. Um porta-voz do aeroporto disse que as múmias, de um gato e um íbis - um pássaro de bico alongado -, datavam do ano 300 a.C.

Segundo o porta-voz, também foram encontradas 19 estatuetas de deuses antigos egípcios nas malas do passageiro. O homem foi indiciado por contrabando de antigüidades, uma acusação que pode render penas de até 15 anos de prisão.

A mumificação de animais era comum no Egito antigo. Animais como íbis, falcões e gatos eram tidos como sagrados


Publicidade