UAI
Publicidade

Estado de Minas FEMINICÍDIO

Suspeito de matar mãe e filha em Minas é encontrado morto

O homem se escondeu na casa de um amigo após cometer o crime; ele esfaqueou e ateou fogo onde estavam outras duas crianças e um adolescente


31/05/2022 12:27 - atualizado 31/05/2022 12:38

Magdo Haroldo dos Santos
O suspeito de feminicídio se escondeu na casa de um amigo (foto: Reprodução Redes Sociais)
O homem, de 44 anos, suspeito de matar a ex-namorada, de 36 anos, e a filha dela, de 12 anos, foi encontrado morto nesta terça-feira (31/5). O crime bárbaro ocorreu em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, na madrugada de ontem. 

Magdo Haroldo dos Santos invadiu a casa, esfaqueou as duas e ateou fogo. No imóvel, também estavam outras duas crianças, de 3 e 6 anos, e um adolescente, de 15 anos. Eles foram resgatados por vizinhos antes que as chamas se alastrassem.

O corpo do suspeito de cometer o feminicídio foi encontrado pendurado por uma corda no sobrado onde funciona o setor de almoxarifado da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), no bairro Santa Rosa. 

A Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC) foram acionadas para os e a suspeita é que o homem tenha se matado.

Após cometer o feminicídio e matar a criança, o homem que tem passagens por tentativa de homicídio, lesão corporal, furto, roubo, se escondeu na casa de um amigo, também no Bairro Santa Rosa, que foi preso por favorecimento pessoal.


O crime


A vítima já tinha medida protetiva contra o ex-namorado. Nas redes sociais, Magdo chegou a publicar uma imagem com fotos da mãe e filha com os dizeres: “descanse em paz Edanya Julielly e Maria Luiza porque eu vou ti botar (com o ícone do fogo)”. Entretanto, foi apagada. Ainda não se sabe ao certo se o post foi feito antes ou após o feminicídio.

print da rede social de Magdo Haroldo dos Santos
O suspeito postou no Instagram dele e depois apagou a postagem (foto: Reprodução Redes Sociais)

O homem invadiu a casa da mulher na madrugada de ontem. Feriu o adolescente de 15 anos com uma faca, foi até o quarto da menina de 12 anos, a esfaqueou, depois fez o mesmo com a ex. Em seguida, colocou fogo no imóvel, que ficou destruído.

O adolescente conseguiu sair antes que as chamas se alastrassem. As crianças também foram retiradas com ajuda de vizinhos e não ficaram feridas. Os três estão sob cuidados de familiares.

O fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros. O corpo da menina de 12 anos foi encontrado carbonizado no quarto em que dormia, ao lado de um de cachorro.

Já a mãe da garota estava no fundo da casa. Ela foi resgatada com 50% do corpo queimado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD), porém morreu o hospital.

O adolescente foi para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ele foi atingido no peito e no braço esquerdo e foi liberado no mesmo dia.

Os corpos da mãe e filha foram velados nessa segunda-feira no salão da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Bairro Bom Pastor. O sepultamento foi realizado hoje no cemitério Parque da Colina.


Semas


O setor da Semas teve o serviço suspenso para realização do trabalho das autoridades policiais. Equipe técnica da secretaria presta auxílio no trabalho policial. Por meio de nota. o órgão informou que o fechamento deste setor não impacta no atendimento ao cidadão na data de hoje.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade