Publicidade

Estado de Minas 'DESCUIDO'

Organizador de festa para 300 pessoas em Contagem foge, mas é multado

Evento irregular acontecia em chácara de Contagem. Prefeitura multou CNPJ que estava nos comprovantes de cartão de débito que foram deixados para trás


26/07/2021 16:11 - atualizado 26/07/2021 16:20

Organizadores tentaram fingir que evento não estava acontecendo(foto: Guarda Civil de Contagem/Divulgação)
Organizadores tentaram fingir que evento não estava acontecendo (foto: Guarda Civil de Contagem/Divulgação)
Mesmo sem encontrar nenhum representante, a Prefeitura de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, conseguiu multar os organizadores de uma festa irregular flagrada neste final de semana graças a um "descuido".
Quando a "Patrulha pela Vida", formada por Guardas Civis, Polícia Militar e fiscais de Postura, Vigilância Sanitária e Meio Ambiente, chegou ao localdo evento, todos escaparam. Mas deixaram para trás comprovantes de venda das máquinas de cartão de débito.
 
Tudo começou após uma denúncia de que uma festa estava acontecendo em um sítio, no Bairro Capim Rasteiro, na região de Nova Contagem.
 
Os fiscais encontraram ao menos 300 pessoas, e dezenas de veículos estacionados na parte interna.
 
Dezenas de veículos de pessoas que estavam na festa saíram do local(foto: Guarda Civil de Contagem/Divulgação)
Dezenas de veículos de pessoas que estavam na festa saíram do local (foto: Guarda Civil de Contagem/Divulgação)
 
Houve correria para tentar recolher os materiais e tentar descaracterizar a festa, que, segundo informações apuradas pela reportagem do Estado de Minas, tinha uma pista de dança comandada por um DJ que tem 1 milhão de seguidores nas redes sociais.
 
Foram encontradas centenas de garrafas de bebidas alcoólicas, energéticos e alimentos que eram manipulados e guardados em locais inadequados.
 
Na confusão, um dos organizadores deixou para trás vários comprovantes de pagamento das máquinas de cartão de crédito, com valores que variavam entre R$ 20 e R$ 70.
 
A máquina de cartão está cadastrada em um endereço comercial na Rua Cidade de Minas, onde a multa foi registrada e enviada. O valor pode chegar a R$ 14 mil.
 
O decreto de combate à pandemia de COVID-19 em Contagem proíbe o funcionamento de boates, casas de shows e festas com venda de ingresso.

Somente estão permitidas festas em buffets e espaços infantis até às 23h, com duração de no máximo cinco horas. O horário de funcionamento de bares e restaurantes foi ampliado, podendo abrir todos os dias, das 7h até meia-noite.
 
No boletim divulgado nesse domingo (25/7), Contagem tem 42.361 casos confirmados de COVID-19 e 1.806 mortes registradas.

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está em 56%, com tendência de queda desde a semana passada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade