Publicidade

Estado de Minas EM

Estado de Minas repudia ataques a um de seus jornalistas

Apresentador do programa ''Xôtifalá'' foi alvo de perseguição, intimidação e ofensas homofóbicas em redes sociais


24/06/2021 04:00

O Estado de Minas repudia os ataques de cunho homofóbico e as mensagens de difamação direcionados a um de seus funcionários, devido à publicação recente de conteúdo de caráter humorístico. Depois de o programa “Xôtifalá” de 16/06 fazer uma sátira sobre o passeio de moto do presidente Jair Bolsonaro em São Paulo e uma possível manifestação semelhante em Belo Horizonte, o jornalista Luiz Othavio Gimenez passou a ser alvo de perseguição, intimidação e ofensas em redes sociais.

Lembramos que a liberdade de expressão é consagrada pela Constituição Federal de 1988, em seu artigo 5º, e pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Organização das Nações Unidas, ao assegurar que “todo indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica direito de não ser inquietado pelas suas opi- niões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias  por qualquer meio”.

Diante das ameaças, ofensas e uso indevido de suas fotos pessoais em redes sociais, o jornalista registrou boletim de ocorrência por injúria, conforme o artigo 140 do Código Penal, e homofobia.

Reiteramos que a discordância quanto aos conteúdos produzidos pelos meios de comunicação não permite perseguir e intimidar jornalistas, assim como insuflar ataques de ódio, expondo a qualquer tipo de violência profissionais que estão no seu legítimo direito de exercer a profissão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade